Conheça os principais tipos de aço e suas aplicações parte 2

Tipos de aço e suas geometrias

Uma outra classificação para o aço é quanto a sua geometria, visto que ela depende do processamento que o produto recebeu na usina siderúrgica. Normalmente, são divididos em três grupos: semiacabados, produtos planos e produtos longos. Aprenda um pouco mais sobre cada um deles!

Semiacabados

Uma das últimas etapas da produção do aço antes do acabamento é chamada de lingotamento. No lingotamento, o aço líquido proveniente do alto-forno é distribuído para moldes, dentro dos quais ele se solidifica.

Ao final do lingotamento, são produzidos os chamados produtos semiacabados, que podem ser blocos, tarugos ou placas.

Produtos planos

Para a fabricação dos produtos planos, eles passam por um processo chamado laminação, quando o material semiacabado que acabou de sair pelo processo de lingotamento tem que passar por dois cilindros.

Os cilindros giram aplicando ao material uma força de compressão. O resultado final dessa força é uma placa final que pode vir a se tornar uma chapa ou bobina de aço.

As chapas e bobinas podem ser feitas de aços carbono puros ou revestidos — pintados, zincados, galvanizados etc. —, aços inoxidáveis ou outros tipos de aço liga. Alguns dos principais produtos planos são:

  • bobina fria ou quente;
  • chapa fina quente ou fria;
  • bobina e chapa galvanizada;
  • bobina pré-pintada;
  • tubos;
  • perfis dobrados;
  • telhas;
  • lambris.

Produtos longos

Os produtos longos também podem ser obtidos na laminação. No entanto, sua característica principal é que o comprimento é muito superior à sua largura e à sua altura. Normalmente, são vendidos na forma de barras, fios, tubos, vergalhões, perfis e cantoneiras. Conheça alguns dos tipos mais comuns:

  • barra chata, quadrada ou redonda;
  • telas e treliças;
  • vergalhão CA 50 e CA 60.

Tipos de aço mais produzidos e a suas aplicações

Agora que você viu quais as classificações do aço de acordo com vários fatores, veja quais os aços mais produzidos nas indústrias e sua forma de produção.

Aço laminado à quente e a frio

As chapas de aço podem ser laminadas a quente ou a frio. Quando é feita a quente, as chapas são fabricadas em temperaturas altas superiores a 900°C, e o resultado são bobinas laminadas a quente. Depois desse processo, o produto passa pelo processo de desbobinamento, que é onde as chapas são cortadas transversalmente e já saem prontas. Esse tipo de aço é matéria-prima para produção de tubos metálicos, autopeças, rodas, entre outros.

No caso das chapas laminadas a frio, a temperatura de produção é abaixo de 100°C. Estas são mais maleáveis, mas nem por isso perdem no quesito resistência e podem ter acabamento diferenciado. Por conta disso, são usadas em eletrodomésticos, automóveis, esquadrias para construção civil etc.

A principal diferença entre os dois tipos está nos processos de fabricação, visto que o aço laminado a frio passa por mais etapas que o laminado a quente.

Aço Galvanizado

O aço galvanizado é o material que passa pelo processo de galvanização que faz com o que o material atinja resistências maiores. A galvanização consiste na imersão do aço em zinco fundido que garante ao produto uma resistência à corrosão. O principal uso desse material é na fabricação de canos, vigas de apoio, entre outras aplicações dentro da construção civil.

Aço Galvalume

O aço galvalume é um tipo de aço liga composto por zinco, silício e alumínio. Esse tipo de material é excelente em resistência a corrosão, e tem vida útil quatro vezes maior que o aço galvanizado. Por esse motivo o aço galvalume é muito utilizado em atmosferas agressivas, como nas indústrias e na marinha. Tem uma beleza estética maior, e tem grande aplicabilidade na construção civil, como telhas para cobertura metálica.

Aço Inox

Os aços inoxidáveis, ou simplesmente aço inox, é a produção do aço com adição de Cromo e Níquel, feitos em alto forno a partir do ferro-gusa. O aço inox, além de resistir à corrosão atmosférica, ele é resistente à diversos outros produtos químicos.

Sendo assim, ele tem muita aplicabilidade, tanto na construção civil — uso em tubulações, componentes de equipamentos etc. — como em outros setores. O aço inox mantém o seu brilho atraente por muito tempo, sendo necessária apenas uma simples limpeza.

É um tipo de material que suporta altas temperaturas e tem resistência mecânica bastante elevada, podendo ser usado na produção de fornos, câmaras de combustão, máquinas de diversos tipos, entre outros.

Como você pôde perceber, o aço possui inúmeros tipos, geometrias e as mais variadas aplicações. Ele é um dos materiais mais consumidos em todo o Brasil e no mundo, movimentando a economia e garantindo milhares de empregos. É importante contar com parceiros e fornecedores que prezam pela qualidade dos itens e garantem uma boa logística.

Texto: Grupo Aço Cearense/ Adaptação de texto: Agência Netshare.