Setembro amarelo: uma campanha a favor da vida

O mês é destinado ao debate sobre o suicídio

 

Setembro é o mês mundial de prevenção ao suicídio, que tem como intuito conscientizar a sociedade e discutir diversos tabus impostos ao longo dos anos sobre esse assunto. De acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de suicídio cresceu em 60% nos últimos 45 anos.

Instituições como o CVV (Centro de Valorização da Vida) promovem diversas ações para abordar o tema com a sociedade, e a Dhalmar Máquinas Industriais apoia totalmente essa causa. Confira mais detalhes, a seguir.

 

Sobre o CVV

Fundado em 1962 na cidade de São Paulo, o Centro de Valorização da Vida é uma associação sem fins lucrativos de prevenção ao suicídio. Através de 93 postos espalhados por todo país, a instituição visa auxiliar e amparar pessoas que têm pensamentos suicidas.

O CVV conta com voluntários para ajudar nessa causa. Após receber treinamentos para preparação, eles doam seu tempo e sua atenção para quem precisa conversar sobre assuntos que talvez não possam ser abordados com outras pessoas; ao desabafar, a pessoa tende a se sentir muito mais aliviada e a desistir da ideia de acabar com sua própria vida. O atendimento é sigiloso e anônimo, o que facilita para a relação de ajuda acontecer, trabalhando a aceitação. Os voluntários também têm cursos e reuniões de aperfeiçoamento, para receberem estímulos e apoio.

De acordo com Ezequiel Vaz, coordenador de divulgação do CVV, “em Bauru, a instituição trabalha das 7h às 23h, de segunda a segunda (inclusive feriados) e tem 35 voluntários ativos e mais 20 em treinamento”.

 

Uma experiência gratificante

Andrea Vale, funcionária da Dhalmar, é voluntária no CVV há 6 meses, e conta um pouco sobre sua experiência. “É gratificante ouvir a pessoa agradecendo por você ter dado atenção naquele momento. As pessoas estão carentes de acolhimento”. E completa, “Ficamos com tanto tempo ocioso em casa, então por que não separar umas horas da semana para fazer um trabalho voluntário?! É importante ajudar as pessoas, ouvindo, dando atenção e acolhendo sem julgamento”

 

Estatísticas alarmantes

Segundo o Ministério da Saúde, o suicídio é a causa de morte de um brasileiro a cada 45 minutos. São 32 perdas por dia. É a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos e a terceira entre jovens de 15 a 29 anos. Estima-se que nove entre dez casos podem ser evitados. Ou seja, é um problema de saúde pública.

Estudos comprovam que, na maior parte dos suicídios, o indivíduo estava padecendo de algum transtorno mental.

 

Falar é a melhor solução

A pessoa pode desistir do suicídio ao expor seus sentimentos, recebendo ajuda preventiva ou oferta de socorro diante de uma crise. Esse auxílio pode vir de pessoas comuns ou ligadas a organizações voluntárias como o CVV. Se você acredita estar precisando de ajuda ou desabafar com alguém, entre em contato com o CVV pelo número 188, chat, e-mail ou pode ir a um dos postos de atendimento conversar com um voluntário.

Para mais informações, acesse o site: https://www.cvv.org.br/